domingo, 31 de maio de 2009

Lâmpada incandescente ou fluorescente? Economize com as duas.

Há algum tempo existe o incentivo do governo, órgãos ambientais e fabricantes para se substituir o uso de lâmpadas incandescentes por lâmpadas fluorescentes compactas. Essa situação teve início na crise energética de 2001 (divulgado na imprensa como o Escândalo do Apagão) com uma finalidade mais econômica, e hoje toma um apelo ambiental, já que as grandes vantagens na substituição das lâmpadas são o menor consumo de energia e a maior durabilidade das lâmpadas fluorescentes frente as incandescentes.


Se por um lado as lâmpadas fluorescentes são mais econômicas em termos de consumo de energia e durabilidade, por outro são pouco atrativas quando se fala de custo (preço de venda). Uma lâmpada fluorescente compacta custa em média 8X mais que uma lâmpada incandescente equivalente.


Alguém poderia dizer: - Mas se a fluorescente consome menos e dura mais, então compensa a troca! E é aí que chamo a atenção de vocês.

Ok! Para gerar o mesmo fluxo luminoso, uma lâmpada fluorescente consome menos energia que uma lâmpada incandescente (veja Como tudo funciona ). Isso se deve ao princípio de funcionamento de cada lâmpada. Enquanto que a incandescente gera luz a partir do aquecimento de um filamento de condutor (normalmente tungstênio), a fluorescente depende de um circuito eletrônico. Essa eletrônica é mais exigida no momento do acendimento da lâmpada.

Portanto, uma lâmpada fluorescente não dura muito tempo quando está num ambiente onde o acende e apaga é muito frequente. Com a durabilidade comprometida, seu uso pode representar prejuízo. ( Leia mais aqui)

Visitei alguns sítios de fabricantes ( Osran , GE , Philips , Taschibra e FLC ) e, como era de se esperar, a maior preocupação era mostrar a variedade de produtos a disposição do consumidor. Somente o fabricante FLC trazia a informação sobre as condições de durabilidade da lâmpada diretamente na descrição do produto: "3 anos de duração usando 2,7 horas diárias, 1 acendimento por dia e 1.000 horas por ano". A Osran possui uma página de "dúvidas frequentes" que traz a informação. (Leia aqui)

A dica é: use lâmpadas fluorescentes em ambientes onde o acendimento da lâmpada não seja frequente, e ela fique acesa por longos períodos de tempo (cozinhas, salas, quantos...). Em locais onde o acende e apaga é frequente e a lâmpada fica acesa por períodos curtos (banheiros, por exemplo), as lâmpadas fluorescente terão sua durabilidade comprometida, portanto continue com as lâmpadas incandescentes.

Gostou? Não gostou? Quer outra dica? Comente este post abaixo.
O blog é atualizado aos domingos.

8 comentários:

  1. Gostei muito da sua postagem mas assim,na minha opinião nós teríamos que substituir as fluorescentes pelas incandescentes, por mais que a lâmpada tenha pouca durabilidade e seja mais cara,porque não compromete o meio ambiente e hoje há a necessidade de um desenvolvimento sustentável pleno. :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com esse papo de meio ambiente, muitas vezes quem lucra é o empresário, que joga a responsabilidade pelo planeta nas costas do consumidor. Com lâmpadas fluorescentes gasto um pouco mais somente na hora de comprar, mas na conta de luz, recupero tudo o que gastei a mais. Compensa sim.

      Excluir
  2. Ja queimou duas lampadas economicas da marca Taschibra em 1 ano e 2 meses, todas sao da mesma epoca, se queimar todas proximas irrei gastar muito dinheiro para repor elas, por que durou pouco ???

    ResponderExcluir
  3. Bom post, precisamente hoje fiz um serviço numa casa q a mulher reclama de q a cada 2 meses tem q trocar as lâmpadas, e são fluorescentes de tubo e de rosca. sera q isso mesmo, eu curioso perguntei à senhora quantas vezes ligaba e desligaba, e me falou q umas 10 por dia....
    vlw

    ResponderExcluir
  4. ahhh... minha casa é escura e deixo ligada as lâmpadas ligadas o dia todo, em nenhum cômodo fica esse liga e desliga... então mandei uma reclamação ao fabricante esperando ser ressarcida. Afinal as lâmpadas ourolux prometem economia e durabilidade, então cumpram com garantia!

    ResponderExcluir
  5. coloquei lampadas fluorecente na minha cozinha e com o tempo amarelou meus armários as partes de plastico de meu micro ondas e geládeira. porque isto aconteceu, qual lampada deveria colocar para isto não acontecer?

    ResponderExcluir
  6. Bom. No banheiro de casa, tenho uma lâmpada fluorescente compacta do tempo do apagão ainda, 2001. O acende e apaga é frequente e a lâmpada está lá até hoje. Acho que depende mesmo do fabricante da lâmpada, a sua durabilidade.

    ResponderExcluir
  7. http://www.oepelectrics.es/

    se puder comentar a lampada q "n queima"...

    ResponderExcluir